home pageárea restrita
São Bernardo é a primeira cidade brasileira a lançar a Rede CegonhaSaúde
Publicação:7/10/2011
São Bernardo é a primeira cidade brasileira a lançar a Rede Cegonha

Vanessa Oliveira
da redação

A Prefeitura de São Bernardo do Campo lançou nesta sexta-feira (7/10), na Universidade Metodista, a Rede Cegonha: A vida bem cuidada em São Bernardo, em parceria com o Ministério da Saúde. O município é o primeiro do País a implantar o programa, cuja finalidade é consolidar uma rede de atenção à saúde integral e humanizada às gestantes e bebês.

No lançamento oficial, sediado no anfiteatro da instituição de ensino, estiveram presentes o secretário de Saúde do município, a diretora substituta do Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas do Ministério da Saúde, Thereza De Lamare, e o apoiador das Redes de Atenção à Saúde, Daniel Carvalho Rocha, que fizeram uma explanação da política nacional da Rede Cegonha. Já no período da tarde, técnicos e representantes das secretarias de Saúde das demais prefeituras do ABC discutiram sobre as diretrizes do programa. Marcaram presença ainda diversas autoridades dos Poderes Legislativo e Executivo, bem como representantes da Comissão Municipal de Saúde.

Composta por um conjunto de medidas destinadas a assegurar atendimento adequado, seguro e humanizado às gestantes e crianças, a Rede Cegonha abrange a assistência obstétrica com foco na gravidez, no parto e pós-parto, como também a assistência até os dois primeiros anos de vida da criança. A estratégia envolverá toda a rede de serviços de saúde e permitirá a redução da mortalidade materna, fetal e infantil no município. Também prevê a qualificação dos profissionais de saúde que darão a assistência às gestantes e aos bebês e que atuam tanto na atenção primária como em serviços de urgências obstétricas.

"A Rede Cegonha: A vida bem cuidada em São Bernardo é uma linha de cuidado que incorpora uma diretriz importante do Sistema Único de Saúde, que é a integralidade na produção de cuidados à saúde, o que significa integrar e articular ações preventivas, curativas e de reabilitação; proporcionar o acesso a todos os recursos tecnológicos que o usuário necessita, desde visitas domiciliares realizadas pelas equipes ampliadas Saúde da Família e outros dispositivos, como o Programa de Atenção Domiciliar, até a atenção hospitalar e de urgência e emergência", explica o secretário.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS  |  VERSÃO PARA IMPRIMIR
© Copyright 2011  -  Município de São Bernardo do Campo
Praça Samuel Sabatini, 50 - CEP 09750-901 - PABX 4348-1000   -