home pageárea restrita
stitulogeral

O Parque Cidade de São Bernardo Raphael Lazzuri foi construído em uma área onde funcionava a Seção de Parques e Jardins e viveiro de plantas da prefeitura do município, localizado na Avenida Kennedy - 1111, situado em um dos bairros centrais e nobres da cidade. Ao lado do viveiro havia uma ampla área livre pertencente à prefeitura que foi utilizada para a construção de um ginásio Poliesportivo, a abertura de novas avenidas e amplo estacionamento em torno do ginásio, tornou o ambiente pronto para a implantação do parque.

A construção deste ginásio propiciou o embelezamento do entorno e o inicio da utilização do local, antes da implantação do parque as pessoas já utilizavam os estacionamentos livres do ginásio para fazer caminhadas e levar as crianças passear de bicicleta. Os estacionamentos também passaram a ser utilizado pela prefeitura para a realização de eventos como feiras típicas e eventos esportivos.

PÚBLICO ALVO

O público alvo do parque atende a todas as faixas etárias, estando preparado para qualquer tipo de atividade, desde a prática de atividades esportivas (caminhadas, cooper) como também destina-se a quem quer apenas contemplar a natureza. Quanto ao grau de satisfação dos usuários observa-se que as áreas de contemplação, principalmente em torno dos espelhos d’ água e chafarizes são os preferidos, porém no geral a estrutura do parque tem agradado a todas faixas etárias.

O parque é freqüentado principalmente por usuários das regiões mais centrais da cidade, porém os municípios vizinhos tem sua contribuição de usuários.O número de pessoas que freqüentam o parque durante a semana é de cerca de 1.500 pessoas por dia e nos fins de semana o número eleva para cerca de 3.000 a 5.000 pessoas.

HISTÓRICO DA CONSTRUÇÃO

O parque foi projetado pelo Arquiteto Jurandir Prestes Junior, atualmente chefe de Divisão da Secretaria de Serviços Urbano da Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo. O arquiteto Jurandir foi responsável pelo planejamento e acompanhamento da execução da obra, e foi determinando “in loco” como e onde deveriam ser executadas as pistas, demais instalações e paisagismo, declarando que não houve um projeto detalhado que sucedeu a implantação.

O parque ocupa uma área de 25.000 m² e relevo pouco acidentado, as árvores já formadas fazem parte do antigo viveiro de plantas. Conforme o autor, o projeto buscou estruturar os espaços de forma que eles pudessem se interligar, adaptando a inclinação do terreno, com um programa bem definido onde contemplação, esportes, educação, recreação infantil e eventos culturais, se desenvolvem com elementos como a vegetação, o curso d’água e uma parede de pedra formando cascata, proporcionando uma grande variedade de vistas.

O parque possui os elementos típicos dos parques contemporâneos, como playground, pista de cooper e caminhadas, teatro de arena e edificação de apoio, como lanchonete, sanitários, fraldário, atendimento médico(primeiros socorros) e administração. O parque também possui desenho e sinalização preparado para pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida.

ESPORTES

A concepção contemporânea de cultua o culto saudável está presente nas pistas de cooper e pedestreanismo com 2 percursos diferenciados por faixas de cores diferentes identificando percursos de 400 e 650 metros, com diferentes escalas de dificuldade e que percorrem o perímetro do parque. Há uma área destinada a atividades fisicas, com aparelhos em madeira e barras de ferro, que são as barras fixas, pranchas para abdominais e aparelhos para alongamento. Um tablado de madeira é destinado para atividades orientadas. O piso é composto por pedriscos e há pictogramas com instruções para alongamento.

CONTEMPLAÇÃO

As áreas de contemplação foram planejadas para leitura, descanso, reflexão, atividades lúdicas e interativas. Estas áreas foram criadas entre pisos de tijolos requeimados e mobiliário urbano – bancos, lixeiras, floreiras e som ambiente, rodeadas pelo paisagismo.

A água também faz parte da área de contemplação, trazendo dinamismo ao parque, através de fontes e espelhos d’água.

RECREAÇÃO INFANTIL

Os espaços para uso infantil possuem 3 áreas de playground. Um para crianças de 0 a 4 anos em piso emborrachado, com brinquedos de material resistente (plástico expandido) e localizado próximo ao sanitários, fraldário, atendimento médico e lanchonete.O segundo para crianças de idade acima de 4 anos com piso de pedriscos e a terceira ao lado do playground de pedriscos com brinquedos adequados para crianças portadoras de deficiência física. Há um quarto local de área infantil que é uma mini pista de trânsito, para atividades de educação para o trânsito.

Na área da arena é possível acomodar 400 crianças na arquibancada e há um espaço livre de 330 m2 em piso de tijolos requeimados e cerâmicos.

EVENTOS CULTURAIS

O espaço do teatro de arena é destinado para pequenas apresentações musicais, teatrais e interativas. Possui estrutura para ligações elétricas. Outro local onde pode-se realizar eventos é a praça da cascata em frente a lanchonete com área de 400 m2, onde é possível se realizar pequenos eventos culturais e exposições.

SERVIÇOS E INFRA-ESTRUTURA

Os sanitários masculino e feminino possuem sanitário para pessoas portadoras de deficiências.O fraldário está próximo ao playground infantil. O posto de atendimento médico possui dimensões para colocação de maca, cadeira de rodas e armário de primeiros socorros. Há instalações para funcionamento de lanchonete com cozinha e dispensa, local para mesas e infra-estrutura para acesso à internet.

O parque também possui som ambiente ao longo da pista de cooper e pedestrianismo, o parque possui 120 caixas espalhadas em seu percurso. O cabeamento estruturado ao longo das instalações permite a instalação de CFTV com 16 câmeras ao longo do parque para o monitoramento da segurança.

© Copyright 2011  -  Município de São Bernardo do Campo
Praça Samuel Sabatini, 50 - CEP 09750-901 - PABX 4348-1000   -