Voltar

Sábado terá ação de combate à dengue em São Bernardo

Sábado terá ação de combate à dengue em São Bernardo

06 de Mai de 2016 Vladimir Ribeiro
Atividade, parte de campanha regional contra a doença, terá vistoria casa a casa e panfletagem em vias do Centro

Procurar por criadouros e eliminar larvas do mosquito aedes aegypti. Esses são os principais objetivos da ação de combate à dengue que ocorre neste sábado (7), em São Bernardo e na região. O ‘ABC contra o Aedes’ é coordenado pelo Consórcio Intermunicipal Grande ABC.

Em São Bernardo, serão destacados 80 agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que farão o trabalho de verificação casa a casa na Vila Euclides, Jardim do Mar, Vila Gonçalves e Vila Duzzi. Também será feita panfletagem e ações de conscientização nas principais vias do Centro, como nas ruas Marechal Deodoro e Jurubatuba e avenidas Senador Vergueiro e Lucas Nogueira Garcez.

A Tenda dos Bichos, que ficará na Praça José Pelosini, no Centro, vai expor larvas do mosquito e exemplares de animais peçonhentos. No espaço também haverá maquete de uma casa para ilustrar quais são os pontos com risco de acumular água parada, ambiente onde o mosquito da dengue se reproduz.

A coordenadora de Controle da Dengue de São Bernardo, Ericka Avibar, destacou que nos bairros escolhidos para essa atividade é alto o número de reclamações sobre possíveis focos do mosquito. “Por ser um sábado, vamos encontrar mais pessoas em casa e conseguiremos, assim, ampliar o número de imóveis vistoriados”, explicou.

Sobre a panfletagem, a coordenadora acredita que, em função do Dia das Mães, a região de comércio deve estar mais movimentada. “Esperamos atingir um grande volume de pessoas com essa ação. O objetivo é conscientizar e evitar a formação de criadouros dentro das residências”, disse.

Ericka disse que cerca de 80% dos focos do Aedes aegypti estão dentro das casas, como em bebedouros de animais, vasos de plantas e calhas, onde as folhagens se acumulam e impedem o escoamento da água. “Os moradores devem estar atentos todos os dias. A vigilância constante é o nosso maior aliado”, afirmou.

O Disque-dengue (0800-195565) pode ser acionado para informar sobre possíveis focos do mosquito. Em casa, a população deve estar atenta também às caixas d’água (que devem permanecer cobertas), garrafas (sempre guardadas com a boca para baixo), pneus e recipientes usados para estocar água para reuso. “Não precisa colocar nenhum produto químico. Basta mantê-los fechados”, recomenda.