DÚVIDAS FREQUENTES DÚVIDAS FREQUENTES

DÚVIDAS FREQUENTES - FASE DE TRANSIÇÃO (Última atualização: 11/08/2021)

1) O atendimento pelo IMASF estará vigente até quando?

  • Para os inscritos no antigo “GreenLine” a Intermédica iniciará automaticamente os atendimentos em 01 de setembro de 2021.
  • Aos inscritos nos planos Intermediário e Especial (I e II), início a partir de 01 de outubro de 2021.

Todos terão acesso às novas carteiras de atendimento através do aplicativo da GNDI, e receberão dentro de 30 dias do início da vigência as carteiras físicas nos endereços constantes no sistema IMASF ou no informado no Termo de Opção.

 

2) As cirurgias que estão marcadas através do IMASF, como ficarão?
Todos os procedimentos e cirurgias eletivas autorizadas e realizadas durante o mês de setembro serão custeadas pelo IMASF. Após este período, seguirão em atendimento pela nova operadora. 

 

3) Como ficam os atendimentos dos pacientes que estão em tratamentos e que não podem ser interrompidos?
A Intermédica assumirá a continuidade de todos os tratamentos médicos e hospitalares.

 

4) Como os Beneficiários poderão visualizar as regras, tabelas de valores, opções de planos e rede de atendimento?
Será disponibilizada a “Cartilha do Beneficiário”, com todas as informações, incluindo as tabelas de valores e a rede de atendimento, em cada uma das seguintes páginas:

É necessário efetuar essa consulta e optar por um dos planos da operadora de saúde para que os serviços continuem sendo prestados a você, beneficiário. Caso isso não seja feito, o titular e seu grupo familiar serão mantidos automaticamente no plano equivalente ao vigente enquanto gestão IMASF, conforme Cartilha.

 

5) Sou beneficiário do PFGB, há alguma mudança prevista?
Sua rede credenciada foi ampliada, sem aumento do valor do desconto em folha para o titular e seus dependentes. Os beneficiários continuarão sendo atendidos pela operadora Intermédica automaticamente.
Para saber mais sobre a Rede 
CLIQUE AQUI

6) Qual o período que deverei observar para realizar opção pelos novos planos?

Entre os dias 10 a 31 de agosto de 2021, observando-se as formas e locais que serão divulgados.

 

7) Será possível realizar todo o processo de inclusão, mudança de plano, exclusão de forma on-line?
Sim, através das etapas:
a) Acesse o site 
www.gndi.com.br/imasf e consulte a “Cartilha”, com todas as informações, incluindo as tabelas de valores e a rede de atendimento.

b) Após isso, basta acessar o site https://www.saobernardo.sp.gov.br/web/sbc/servidor

 

8) Onde será feito o atendimento presencial, caso eu não consiga realizar o procedimento de adesão de forma “on-line” e tenha dúvidas sobre a Rede Credenciada?

Em caso de dúvidas sobre os novos planos, a Operadora e a Administração estarão atendendo entre os dias 10/08 à 31/08, de seg. a sex., das 9h às 17h.

Endereço: Teatro Elis Regina - Av. João Firmino, 900 – Assunção - São Bernardo do Campo.

ATENÇÃO: Todo o processo de inclusão, mudança de plano, exclusão poderá ser realizado pela internet, não havendo necessidade de deslocamento presencial.

 

9) E os beneficiários com vínculo junto aos Entes (Faculdade de Direito, ETCSBC, FUNDAÇÃO CRIANÇA, IMASF E EX SERVIDORES), como serão atendidos?
Estes beneficiários deverão seguir as mesmas regras, no entanto, operacionalizadas junto ao IMASF em período a ser divulgado, através do RH de cada Ente acima descrito.
Estes beneficiários específicos não precisam comparecer no atendimento presencial que será realizado no Teatro Elis Regina, pois, caso não consigam realizar o procedimento de adesão de forma “on-line” terão o mesmo suporte no atendimento presencial a ser realizado pelo IMASF.

 

10) E nos casos em que o Beneficiário não se manifestar entre os dias 10 a 31 de agosto de 2021 e não escolher nenhuma opção?

O Beneficiário que não realizar nenhuma escolha nesse período será automaticamente cadastrado no Plano de Saúde equivalente ao atual, conforme tabela discriminada na Cartilha disponível no site www.gndi.com.br/imasf
Caso isso não seja feito, o titular e seu grupo familiar serão mantidos automaticamente no plano equivalente ao vigente enquanto gestão IMASF, conforme Cartilha.

 

11) A rede credenciada do IMASF continuará atendendo até o início da nova assistência médico-hospitalar?
Sim. Como reforçado junto ao site do IMASF  todas as opções já existentes aos beneficiários dos planos Intermediário e Especial continuam ativas e com prestação de atendimentos e serviços de Saúde a esse público, sem interrupção. Os beneficiários que estão no plano básico, “Green Line”, também continuam com os serviços prestados pela Intermédica mantidos e sem interrupção.

12) Como ficarão os atendimentos realizados atualmente pela operadora Unimed, aos beneficiários do plano Especial II?
Conforme previsto em edital, haverá oferta de plano Especial com abrangência de atendimento em nível nacional. Para consultar essa e outras informações, Clique aqui.

 

13) Como o IMASF não tem condições de continuar como está se há um caixa de R$ 50 milhões citados e presente nos balanços já publicados, recentemente?

Toda empresa pública deve ter saldo bancário para honrar com as despesas executadas, devendo ter empenhado os valores de notas fiscais a serem pagas, inclusive. Isto é chamado de provisionamento de despesas. Dos mencionados 50 milhões em caixa, entretanto, há ainda despesas exclusivamente do plano Especial (I e II) que seguem empenhadas no fluxo de caixa para posterior pagamento por serem de  discussão judicial, no valor de aproximadamente R$ 23 milhões, com ciência dos membros dos Conselhos Fiscal e Administrativo e detalhada nos Relatórios de Gestão disponíveis no Portal da Transparência do IMASF

Ou seja, em termos contábeis, a Autarquia não possui “superávit” em seu fluxo de caixa como a informação tende a parecer, e sequer consegue arcar com as despesas mensais, necessitando de aportes da Administração – sem o qual tem resultado deficitário.

Para maiores verificações, sugerimos acessar os balancetes mensais e balanços divulgados no Portal da Transparência do IMASF e nas edições do NM (Notícias do Município).
 


14) Atualmente, há poucas opções aos atendimentos hospitalares ou ambulatoriais, essa questão será solucionada a partir do novo modelo proposto?

Um dos motivos que construiu a proposta para um novo modelo de atendimento, sob o atendimento de operadora de saúde, foi o de ampliar opções aos beneficiários no município e/ou na região e, conforme já citado anteriormente, também o de proporcionar mais qualidade aos serviços.

 

15)Afinal, o IMASF está extinto?
Clique aqui para acompanhamento do quanto deliberado no Projeto de Lei 47/2021.

 

16) O que ocorrerá com o patrimônio do IMASF (imóveis, equipamentos e outros) remanescentes?
Clique aqui para acompanhamento do quanto deliberado no Projeto de Lei 47/2021

 

17) Há burburinho sobre o Hospital da Mulher, anunciado pela Prefeitura recentemente, pois antes a área e o prédio eram do IMASF. O que aconteceu exatamente? Por que a Prefeitura se apropriou dessa obra?
Diante dos valores em dívidas a pagar junto à prestadores de serviço que atendiam aos beneficiários dos planos Intermediário e Especial, ocorreu a negociação com a Prefeitura, tendo os cofres públicos pago por toda essa obra/local, dessa forma foi possível abater boa parte da dívida. Esta negociação foi aprovada em Lei e publicada nos veículos oficiais do município.

Clique aqui para visualizar a LEI Nº 6.570 DE 29 DE JUNHO DE 2017

Clique aqui para visualizar o DECRETO Nº 20.132, DE 10 DE AGOSTO DE 2017

 

18) Durante a fase transitória à entrada de uma nova operadora, e para todos os planos, até a vigência futura dessa, como será possível registrar as dúvidas, sugestões ou reclamações ao IMASF?
Os canais de atendimento ao público do IMASF seguem funcionando normalmente. Clique aqui e acesse os canais de atendimento

 

 19) Onde emito uma 2ªvia do meu Boleto?
Envie um e-mail para: tesouraria@imasf.sp.gov.br



20)  O servidor aposentado que até a data de 04/08/2021 não se encontrava cadastrado no IMASF na qualidade de titular do plano, poderá optar por um dos planos contratados por meio do Pregão Eletrônico 01/2021?

Não. Somente os servidores inativos cadastrados no IMASF como titular do plano até 04/08/2021 poderão optar por um dos planos cadastrados. O aposentado que nunca foi beneficiário titular do IMASF, ou, ainda, que um dia foi beneficiário titular, mas que já se encontrava desligado do Instituto em 04/08/2021, não poderá optar por um dos planos contratados por meio do Pregão.

 

21) No caso de o titular do plano possui dependentes/agregados/assistidos em outra categoria de plano poderá manter seu plano desvinculado dos demais? Por exemplo, sou titular do plano e estou cadastrado atualmente no Plano Especial I, sendo que meus dependentes estão cadastrados no Plano Intermediário. Poderei manter essa condição?

Não. O plano por você escolhido deverá necessariamente ser o mesmo dos seus dependentes/agregados/assistidos, caso queira manter a assistência médica dos mesmos. 

 

22) Eu, meu filho maior de 18 anos e meu neto estamos atualmente cadastrados no Plano Intermediário fornecido pelo IMASF. Caso eu, titular, queira optar pelo Plano Familiar Geral Básico contratado por meio do Pregão Eletrônico nº 01/2021, poderei também vinculá-los a esse plano?

As regras do Plano Familiar Geral Básico (PFGB), mesmo antes da realização do Pregão Eletrônico nº 01/2021, não permitiam o cadastro de filhos maiores de 18 anos, tampouco de netos. As figuras do “agregado” e “assistido” constavam tão somente da Lei que regulava os planos fornecidos diretamente pelo IMASF (Intermediário e Especial).

Assim, caso opte pelo Plano Familiar Geral Básico contratado, seu filho e neto poderão nele se inscrever, mas na condição de Agregado, contribuindo integralmente com a mensalidade do plano (R$ 245,73), por meio de descontos realizados na matrícula do titular.

 

23) Caso resolva optar por um dos planos contratados, mas após 6 (seis) meses me arrependa, poderei dele me desligar?

Não. O beneficiário que optar por um dos planos contratados deverá observar o prazo mínimo de 12 (doze) meses de permanência antes de requerer a sua exclusão.

24) Permaneci 12 (doze) meses no plano contratado, e resolvi me desligar. Poderei retornar ao plano em algum momento?

Sim. Se você é beneficiário ativo poderá retornar ao plano sem carência no mês de aniversário do contrato, ou seja, setembro. Caso queira retornar antes do mês do aniversário de contrato, deverá cumprir as regras de carência.

No entanto, caso você seja aposentado ou se aposentar nesse período de 12 (doze) meses, não poderá retornar ao plano na qualidade de titular.

 

25) Quem não se inscrever em um dos planos contratados no período de opção (10 a 31/08), poderá fazê-los em outra oportunidade?

Poderá se inscrever em um dos planos sem carência no mês de aniversário do contrato, ou seja, setembro. Caso queira se inscrever antes do mês do aniversário de contrato, poderá também se inscrever, mas deverá cumprir as regras de carência.

 

26) Nos novos planos contratados por meio do Pregão Eletrônico 01/2021 haverá cobrança de coparticipação?

Não, os novos planos são isentos de cobrança de coparticipação.

 

27) Moro fora da região metropolitana de São Paulo e estou com dúvidas acerca da rede credenciada dos novos planos contratados e não tenho como me deslocar até o teatro Elis Regina, como fazer?

Para maiores informações sobre cobertura contratual, ligar nos seguintes telefones:

4090 1750 (região metropolitana);

0800 409 1750 (para demais localidades).

 

28) Os beneficiários que atualmente possuem 18 (dezoito) anos e que até a data de 04/08/2021 se encontravam cadastrados no IMASF permanecerão no plano como dependente ou agregado?

Os beneficiários que possuem 18 (dezoito) anos e que já se encontravam cadastrados nos planos até 04/08/21, permanecerão na condição de dependente do titular até completarem 21 (vinte e um) anos, mas desde que tenham ingressado nos referidos planos até 31 de dezembro 2018.

Completados 21 (vinte e um) anos, passarão automaticamente para a condição de agregado.

Os beneficiários que já se encontravam cadastrados no IMASF em 04/08/2021 e que ainda não completaram 18 (dezoito) anos, mas que ingressaram no IMASF a partir de janeiro de 2019 (ano da promulgação da Lei nº 6735/2018), passarão automaticamente para a condição de agregado quando completarem 18 (anos).

 

29) Atualmente realizo tratamento em hospital especializado (oncológico) que não consta da rede credenciada dos novos planos contratados. No entanto, verifiquei que a Intermédica (ganhadora do Pregão Eletrônico nº 01/2021) fornece no mercado planos contendo esse hospital especializado em que estou realizando tratamento. Na oportunidade do preenchimento do termo de adesão, posso optar por um desses planos de mercado da Intermédica, com o pagamento do valor correspondente à rede oferecida?

Não. Conforme informado na resposta ao questionamento de nº 3, nenhum tratamento será interrompido, uma vez que a Intermédica, que também possui hospitais especializados, assumirá a continuidade de todos os tratamentos médicos e hospitalares em andamento.

No Edital do Pregão Eletrônico nº 01/2021, assim como no contrato administrativo celebrado, estão previstos os produtos pelos quais os servidores poderão optar e que possuem rede de assistência médica contemplando todas as especialidades.

 

30) Os novos planos contratados possuem previsão de reembolso?

Não.

 

31) Sou ex-servidora e atualmente cadastrada no IMASF como agregada no Plano, já que não possuo nenhum vínculo com as administrações direta ou indireta do Município. Desse modo, os valores referentes à minha contribuição do plano são efetuados atualmente mediante pagamento de boleto na tesouraria do IMASF. Posso optar pelo Plano Básico contratado?

Não.  A contribuição do Plano Básico se dá obrigatória e exclusivamente por meio de desconto em folha de pagamento do salário. Ou seja, o beneficiário deve necessariamente possuir vínculo com a municipalidade.

Os beneficiários que já não possuem mais nenhum vínculo com a administração podem optar pelos Planos Intermediário ou Especial contratados.