Uma experiência enriquecedora com os povos tradicionais guarani em São Bernardo do Campo

 

Ainda pouco conhecida por muitos dos habitantes da Região Metropolitana de São Paulo, a Terra Indígena Guarani Tenondé Porã tem aproximadamente 159,69km², estendendo-se por São Bernardo do Campo, São Paulo e pelos munícipios da Baixada Santista – São Vicente e Mongaguá.

Em São Bernardo do Campo existem, atualmente, duas aldeias (tekoa) Guarani Mbya: Tekoa Guyrapaju e Tekoa Kuaray Rexakã (Brilho do Sol) localizadas na Região do Pós-Balsa, Bairro Curucutu. Outra aldeia, a Tekoa Krukutu, bastante visitada e estruturada, fica localizada bem próxima da divisa municipal, no município de São Paulo, Bairro Parelheiros. Ao todo, a Terra Indígena conta com 7 aldeias (tekoa), onde vivem cerca de 1500 pessoas.

Os guaranis são povos originários tradicionais da região e circulam entre as aldeias por diversas trilhas em meio à mata, onde coletam material para artesanato. Os caminhos são complexos e vão até as aldeias guarani do litoral. Os Mbyas são um subgrupo do povo guarani que vive na região meridional da América do Sul. Corriqueiramente transitam entre o Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai, seu território original. É comum encontrar guaranis de outras aldeias brasileiras e até de outros países, instalados temporariamente nas aldeias locais.

Para conhecer e vivenciar experiências do modo de vida guarani é possível visitar as aldeias! Faça o agendamento de sua visita no site da Terra Indígena, escolhendo qual aldeia e que tipo de experiência você quer vivenciar. São várias opções:

•    Trilha próxima à Aldeia
•    Palestra sobre a Cultura Guarani
•    Participação em Jogos e Brincadeiras Guaranis
•    Exposição e venda de artesanato
•    Vivência na Aldeia
•    Apresentação de coral de crianças da aldeia
•    Apresentação de comida tradicional

Acesse o site e saiba mais: https://tenondepora.org.br/gestao-do-turismo/experiencias/

Fique por dentro do Mapa Guarani, uma plataforma interativa e colaborativa que tem por objetivo sistematizar e disponibilizar informações sobre a situação territorial dos povos guarani por meio de um sistema de dados georreferenciados projetados sobre imagens aéreas. Acesse aqui: http://guarani.map.as/


Fonte: https://tenondepora.org.br/